Aproveitamento do Espaço com Armários Planejados

Na hora de planejar os ambientes do seu novo lar, seja ele um apartamento, uma casa, um sobrado, uma fazenda ou uma quitinete, um dos maiores objetivos de todos é o de realmente aproveitar todo o espaço de cada cômodo, do quarto, da sala, da cozinha, do banheiro, a área de serviço e, claro, sempre de forma personalizada. Para que esse objetivo seja alcançado, uma das prioridades mais importantes é usar armários planejados.

Ao realizar o projeto de um armário, o primeiro passo necessário é definir o número de divisões internas e determinar a dimensão do móvel, seja ele planejado ou embutido. Para isso, será necessário procurar uma empresa especializada, portanto, na hora de escolher, verifique quais são os métodos da empresa para que essa etapa seja realizada. Geralmente, descobre-se qual é a necessidade do cliente por meio da utilização de um questionário bem detalhado.

Antes de começar, é preciso ter consciência de que todo e qualquer modelo de armário precisa ter 60 cm de profundidade, no mínimo, pois existe uma medida padrão, determinada para que seja possível acomodar cabides com as peças de roupa mais largas, como um terno com grandes ombreiras.

Também é necessário levar em conta se você quer armários com portas de correr. Nesse caso, será necessário mais espaço, já que modelos como esse precisam ter uma profundidade de 65 cm, no mínimo. Caso um armário com portas de correr seja projeto com uma medida menor, os trilhos da porta não caberão.

Armarios-planejadosA fabricação dos armários planejados geralmente costuma ser feita com a utilização do material MDF. Esse tipo é utilizado nas divisórias internas dos armários embutidos e no revestimento. Outro material que também é bastante usado é o compensado.

Além disso, outra opção de matéria-prima para realizar o revestimento e o acabamento dos armários também pode ser feito em laca. O MDF branco (produto sintético produzido da fibra de madeira) tem um custo menor do que quando o revestimento é feito com lâminas de madeira.

A vantagem de fazer o revestimento do armário em laca é que possibilita a finalização em diversas cores. Por outro lado, sua resistência é menor do que quando se utiliza lâminas de madeira, portanto recomenda-se que use laca somente nos armários que não terão muito uso.

Para a estrutura externa, a alvenaria é a opção de menor custo. A mais cara são os painéis de madeira, pois o resultado em um embutido se torna mais difícil para ser projetado. Mais uma alternativa é a utilização de drywall, placas industriais de gesso para construir paredes. Sua espessura possui, no mínimo, sete centímetros, o que possibilita o planejamento de armários maiores.

Leave a Reply